QUARTO MONTESSORIANO: OS PRINCÍPIOS.

October 13, 2017

O método Montessori foi criado pela médica italiana Maria de Montessori, ele consiste num conjunto de práticas, teorias e materiais didáticos criados com base na autonomia, na liberdade com limites e respeito pelo desenvolvimento natural das habilidades físicas, sociais e psicológicas da criança.

 

Para ela, a educação deve desenvolver-se com base na evolução da criança, e não ao contrário, por isso a utilização desse método dá liberdade ao indivíduo que será observado e compreendido individualmente nos seu comportamentos e necessidades de acordo com a fase da vida.

Agora que você já sabe um pouquinho sobre esse método, posso falar de como a arquitetura de interiores tem papel fundamental na aplicação da educação montessoriana.

 

A educação tem que vir de casa e desde cedo, certo? E o lugar da casa que os bebês e crianças mais utilizam é o próprio quarto, por isso hoje vou falar sobre como fazer um quarto montessoriano!


O primeiro ponto a ser considerado antes de começar é que o quarto deve ser feito para o bebê/criança e não para adultos.

O segundo é a questão da autoeducação, todos os elementos devem estar posicionados na altura da criança, assim estimulará o desenvolvimento e a autonomia para ela explorar o espaço de forma segura.

Vou explicar cada um dos elementos fundamentais que devem compor esse quarto.

 

Cama: 

Cama baixa ou até mesmo o colchão no chão, oferecem liberdade para os pequenos subirem e descerem quando quiserem. É sempre importante estar atento a segurança, por isso proteger a cama com almofadas ao redor é o ideal.

 

Tapetes:

Além de proteger a criança do frio, trata-se de uma experiencia sensorial através da textura dos materiais. Para crianças mais velhas também serve para delimitar o espaço de brincadeiras.

Espelhos:

Servem para a criança se reconhecer e analisar os próprios movimentos, por isso devem ser colocados na altura delas e serem de preferência de acrílico e fixados na parede para evitar acidentes.

Barras:

Devem ser fixadas na parede e auxiliam a criança a se apoiar e ficar em pé enquanto aprende a andar sozinha.

Mobiliário:

O principal é que seja funcional, por isso deve-se usar somente o necessário. Os móveis devem estar a uma altura compatível com a criança, não possuírem quinas e serem estáveis para impedir o tombamento. O ideal é que o armário seja feito com nichos, para que a criança tenha acesso fácil sem precisar da ajuda de um adulto. Ela que deve escolher a própria roupa, por isso, deixe poucas opções para que ela tenha facilidade em escolher.

Brinquedos:

Devem ser poucos e estar ao alcance da criança, para isso é recomendável um rodizio dos brinquedos a cada 15 dias. Isso desperta o interesse e não gera monotonia.

Decoração lúdica:

É uma decoração alegre e criativa, com uso de muitas cores e estampas que ajudam no desenvolvimento cognitivo da criança.

Quando a criança cresce, algumas mudanças podem ser feitas facilmente para acompanhá-la, como: mudar o espelho da posição horizontal para a vertical e subir a altura dos quadros.

 

Não existe uma idade certa para que o quarto montessoriano seja abandonado, porém esse método se mostra mais eficiente durante a primeira infância, que é quando se fundamentam rotinas que desenvolvem hábitos de autonomia e organização mais intensamente.

 

Espero que tenham gostado dessa matéria feita com tanto carinho, pensando nos pequenos, que são o futuro do nosso país e é por isso que a educação merece atenção especial!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

FOLLOW US
  • Instagram Social Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Facebook Icon
 TAGS
DESTAQUES